Veja São Paulo Comer & Beber 2011/2012

Mesmo quem não concorda 100% com rankings de guias e anuários acaba não resistindo a dar uma espiadinha nas escolhas dos jurados. Alguns também fazem votações populares, que comumente não correspondem aos resultados dos críticos. Isso também acontece aqui com os posts do Aventuras e nós achamos bem positivo receber comentários, tanto os que concordam quanto os que discordam de nossas avaliações. Essa variação, além do gosto pessoal, acontece porque em gastronomia as coisas mudam rapidamente – basta um fornecedor furar para que um prato tenha resultado diferente do esperado.

Falamos recentemente aqui sobre o Especial da Época São Paulo e agora vamos aos resultados do guia mais respeitado do país, da revista Veja Comer & Beber 2011/2012. No caso, vamos citar alguns escolhidos em São Paulo – para saber os resultados na íntegra, só comprando mesma a edição:

Bares:

Boteco – Empório Sagarana
Carta de cervejas – Melograno
Cozinha Bar da Dona Onça
Bar revelação – Suíte Savalas
Barman do ano – Marcelo Serrano (MyNY Bar)


Restaurantes:

Árabe Arábia
Brasileiro – Brasil a Gosto
Contemporâneo – D.O.M.
Francês – La Brasserie Erick Jacquin
Italiano – Fasano
Pizzaria Bráz
Variado AK Vila
Bom e BaratoMocotó
Chef Revelação – Alberto Landgraf (Epice)
Chef do Ano – Alex Atala (D.O.M e Dalva e Dito)

Comidinhas:

CaféCoffee Lab
Chá – The Gourmet Tea
Cupcake Wondercakes
Hambúrguer – Butcher’s Market
PastelPastel da Maria
SalgadoLá da Venda (pão de queijo)
Sanduíche Marcelino Pan Y Vino
Sorvete Bacio di Latte

2 Comentários

  1. Melina Souza
    setembro 19, 2011 at 10:47 am (10 anos ago)

    Prezada Isabelle,
    Assim como você mesma disse, as opiniões podem ser discordadas, afinal de contas, as percepções sobre a comida, o local e o atendimento, podem variar de pessoa para pessoa.
    Mas devo dizer que, acompanhando os diversos blogs gastronômicos e até comparando com o Guia da Época SP, a VEJA tem muitas opiniões, no mínimo ESTRANHAS.
    Vou dar alguns exemplos:
    – O razoável e CARO Kinoshita, acredito que não merecia esse título.
    – O que dizer sobre o melhor árabe “Árabia”? Esqueceram o ótimo e novo Manish?
    – O que dizer do atendimento escroto do Lá da Venda? Assim como vocês, quando eu estive no local, também odiei o atendimento e as comidas…. acredito que tem outros pães de queijo na cidade melhores que o de lá.
    – E essa Padaria sei lá de onde que eles elegeram como a melhor? se não me engano é da Vila Conceição. Esqueceram o “PÃO” (Padaria Artesanal Orgânica)? ou mesmo os maravilhosos pães do Mosteiro São Bento?
    – E por fim, o pior dessa edição: a escolha de “Melhor Ambiente”: A Figueira Rubayat. Meio óbvio né? E quais os critérios para essa escolha?
    Enfim, não estou aqui para criticar sumariamente a VEJA, acredito que assim como todos os guias eles servem apenas como REFERÊNCIA. Vai de cada um eleger o que mais gosta.
    Abração e parabéns pelo blog sempre muito bom.

1Pingbacks & Trackbacks on Veja São Paulo Comer & Beber 2011/2012

  1. […] não rolou um caso de amor com ela. E, pelo visto, não conquistou também os leitores das revistas Veja e Época, já que a Bacio di Latte ganhou na categoria “melhor sorveteria” em […]

Deixe um comentário