Top 3: Parmegiana

Ao longo de nossas aventuras gastronômicas, é inevitável compararmos lugares, atendimentos e, claro, refeições, porções, petiscos, couverts e afins. Já fizemos seção de Top 3 de pizza, salada caesar, bolinho de arrozhambúrguer. Hoje chegou a vez de um dos meus pratos favoritos: filé a parmegiana. Mas, pessoal, deixemos claro: trata-se de uma seleção das minhas preferências diante dos pratos que eu experimentei. Caso tenham indicações de outros parmegianas por aí que superem esses, é só avisar.

1º lugar: Ministro 1153

Lugar descoberto a pouco tempo, o bar Ministro 1153 já conquistou meu coração com petiscos deliciosos e esse parmegiana incrível. Carne bem temperada, casquinha crocante, queijo derretido, molho balanceado e tudo isso acompanhado de batatas rústicas recém-fritas e bem sequinhas. Para melhorar, o prato é enorme e suculento. Observação: o restaurante está fechado para reformas, então nem adianta eu colocar o preço.

2º lugar: Casa da Lana

Esse parmegiana ganhou segundo lugar porque tem gostinho de casa da vovó. A carne é de primeira qualidade, o queijo derrete de forma perfeita e o molho caseiro dá um toque para lá de especial. Se me falassem que foi tirado do forno agora por uma nonna, eu acreditaria. E vem com arroz e fritas. Preço para duas pessoas (somente aos sábados): R$ 32.

3º lugar: Le Pain

Depois de várias reclamações e ressalvas, o Le Pain parece ter acertado seu rumo. E um dos pratos que mais gosto do menu de almoço é o parmegiana da casa, com carne fininha, queijo derretido com crosta de parmesão e molho intenso de tomate. O tamanho depende do dia e o terceiro lugar fica por conta de dois fatores: é comum o prato demorar e já tive duas experiências nas quais os acompanhamentos chegaram frios. Prato de parmegiana com fritas e arroz: R$ 26,30.

Menções honrosas:

Frevo – Clássico paulistano, provei o parmegiana dentro do sanduba. Gostoso, com sabor de caseiro, só faltou mesmo ser mais crocante. Pedi fritas para acompanhar e valeu a pena. É o campeão de custo-benefício. Mini-beirute: R$ 16,20.

Subito – Por ser uma rede de comida rápida, mata a vontade de um parmegiana no dia a dia sem ser espetacular. Melhor pedir a carne ao ponto, senão pode vir um pouco queimada. Mas o molho e o queijo são gostosos, além de ser uma pedida escolher o arroz com brócolis. Não se animem com as fritas, são do tipo congeladas. O menu completo com entrada, prato, sobremesa e café custa, em média, R$ 35 (varia de unidade para unidade).

UPDATE (26/08):

A pedidos dos leitores que comentaram aqui no post, incluo aqui na menção honrosa o parmegiana do Degas, famoso por se autointitular como o “melhor de São Paulo”. eu gosto bastante de lá, mas acho que de 2009, quando eu conheci, para cá, a qualidade caiu um pouco, principalmente em relação ao molho. De qualquer forma, vale pelo custo-benefício: R$ 79 com arroz e fritas, servindo bem até 4 pessoas.

13 Comentários

  1. Mauricio Ono
    agosto 25, 2011 at 12:06 pm (10 anos ago)

    Não sei se vcs costumam ir em outras cidades (Guarulhos) para experimentar comidas, mas caso venham um dia para a minha cidade existe 2 lugares em que a comida é realmente muito boa.
    São a Cantina Giovanni e o Restaurante Guaru Center. Com certeza vcs não vão se decepcionar.

  2. Simone Miletic
    agosto 25, 2011 at 2:28 pm (10 anos ago)

    Epa epa epa, como assim faz seleção de parmegianna e não coloca o Degas (tem na Teodoro e na Avenida Pompéia) ????
    Pode se redimir tá e depois a gente conversa, risos

  3. Isabelle Lindote
    agosto 25, 2011 at 2:51 pm (10 anos ago)

    Oi, Simone! Pois é, deixei o Degas de fora de propósito 🙂 Apesar de gostar de lá, acho que a qualidade caiu muito nos últimos tempos, pelo menos no da Teodoro. Ia colocar como menção honrosa, mas prefiro citar em outro post. Beijos!

  4. Michelle Avila
    agosto 25, 2011 at 3:16 pm (10 anos ago)

    Nem lembrava mais, já comi esse da Le pain, e demorou horrores, mas veio quente, thanks God!

  5. erica cristina
    agosto 25, 2011 at 4:19 pm (10 anos ago)

    Em Campinas, minha irmã diz que o parmegiana do “Bar do alemão de Itu” é imbativel… mas nem sei se há em SP. Beijos.

  6. David
    agosto 25, 2011 at 4:24 pm (10 anos ago)

    Faltou colocar a média de preço dos restaurantes!
    A parmegiana do Bar do Alemão em Moema é mto boa! Pena custar tão caro… média de R$50 reais porção individual!!!
    Degas fui uma vez e não achei nada demais tbm…

  7. Isabelle Lindote
    agosto 25, 2011 at 4:26 pm (10 anos ago)

    Verdade, David, vou acrescentar agora os preços, obrigada. Sobre o Degas, conheci em 2009 e adorei, mas acho que a qualidade caiu. Preferi deixar de fora, por enquanto.

  8. erica cristina
    agosto 25, 2011 at 4:31 pm (10 anos ago)

    E OS PREÇOS?????????? EHEHEHEHEHE

  9. Mr. Bacon
    agosto 26, 2011 at 9:19 am (10 anos ago)

    Lindote,

    Ainda acho que faltou o Degas! rsrs

    Demais o top 3!

  10. Tempero Urbano
    agosto 26, 2011 at 2:20 pm (10 anos ago)

    Experimentei essa semana o parmegiana da famosa Padaria Santa Tereza. Sensacional! Em breve, ele ganhará post lá no blog!

  11. Simone Miletic
    agosto 26, 2011 at 2:37 pm (10 anos ago)

    Oi Lindote.

    Então, eu só fui uma vez no da Teodoro e comi strogonoff de frango com a filha, risos. Mas sempre vou no da Pompéia e continuo amando: dá para cortar o bife com a colher. Acho que vale uma visita.

  12. Isabelle Lindote
    agosto 26, 2011 at 3:16 pm (10 anos ago)

    Obrigada, Simone, vou levar o maridão lá em setembro! Beijos 🙂

  13. Isabelle Lindote
    agosto 26, 2011 at 3:19 pm (10 anos ago)

    Bacana, Tempero Urbano, compartilhe conosco depois!

Deixe um comentário