Masters of Food and Wine 2010

Semana passada eu vivi a aventura gastronômica mais chique da minha vida!

Tudo começou com um contato inesperado da Samira Almeida, que também se formou na Metodista e depois trabalhou comigo um tempinho na Clipping Service. Ela tinha sido convidada para fazer um freela para a revista Robb Report, mas não poderia ir.

A grande surpresa é que o freela era para representar a revista no evento Masters of Food and Wine 2010 – The World Tour, edição de Buenos Aires, que iria acontecer a partir da quarta-feira (último dia 28) no Park Hyatt Buenos Aires.

Não precisa nem falar que o evento foi incrí­vel!

Até porque não é todos os dias que temos a oportunidade de degustar pratos feitos pelos melhores chefes do mundo, harmonizados com vinhos selecionados pelos melhores sommeliers do mundo, não é?

Como o evento teve três dias e eu quero escrever sobre todos os detalhes, vou separar em vários textos e ir postando aos poucos…

Chefs Masters of Food and Wine 2010

Masters of Food and Wine – The World Tour
Edição Park Hyatt Buenos Aires – Palacio Duahu
De 28 a 30 de abril de 2010

Principais chefs: Fabio Brambilla (Park Hyatt Buenos Aires), Fernando Troca (El Gaucho, Inglaterra), Francis Mallmann (Francis Mallmann 1884, Argentina), Jean Paul Bondoux (La Bourgogne, Argentina), Paola Carosella (Arturito, Brasil), Montse Estruch (El Cigle, Espanha), Davide Broveli (Il Sole di Ranco, Itália), Ali Gí¼ngormí¼s (Le Canard Nouveau, Alemanha), Donata Panciera (mestra sorveteira, Itália), Tsuyoshi Murakami (Kinoshita, Brasil), Rodrigo Pacheco (Cuisine Standard, Equador), Dante Liporace (Moreno, Argentina).

Principais sommeliers: Aldo Sohm (Estados Unidos), Charlie Arturaola (Estados Unidos), Ricardo Grellet (Chile), Fernando Beteta (Estados Unidos), Marcelo Rebolé (Park Hyatt Buenos Aires), Alejandro Iglesias (Argentina).

1 Comentário

  1. Francesca Raffaele
    maio 26, 2010 at 2:20 pm (12 anos ago)

    92ª FESTA DE SÃO VITO AGITA O BRÁS E TRAZ O LANÇAMENTO DO FILME LE MAMME DI SAN VITO

    TUDO PELA NOSSA CRECHE – SIAMO TUTTI FRATELLI

    TUDO PELA NOSSA CRECHE é o slogan da Festa de São Vito. Mas a Copa do Mundo inspirou outro para promover, além da fé, a fraternidade entre as torcidas, afinal SIAMO TUTTI FRATELLI.

    HÁ 92 ANOS OS ITALIANOS CONTAGIAM SÃO PAULO COM A FESTA DE SÃO VITO. Uma devoção do sul da Itália, que atravessou o oceano e é comemorada com alegria e um sotaque ruidoso, no paulistano bairro do Brás, de 22 de maio a 4 de julho de 2010, sempre aos sábados e domingos.

    Esta é a maior festividade típica popular realizada fora da Itália que transforma o Brás no principal ponto de encontro para mais de 80 mil pessoas e dezenas de caravanas do interior e do país. São Vito, é padroeiro da cidade de Polignano a Mare, na Puglia, é o protetor dos artistas, das doenças nervosas, dos jovens e dos dependentes drogas. No Brasil, seu dia é 15 dejunho e soma-se aos festejos juninos. Organizada pela Associação Beneficente São Vito Mártir, a Festa é a principal fonte de recursos para manter a CRECHE SÃO VITO, também conveniada com a Prefeitura de SP. Atende gratuitamente a 120 crianças/mês de 0 a 4 anos, em período integral, com profissionais contratados e muita dedicação dos voluntários da Festa. Nos 14 anos de existência, a Creche acolheu mais de 18 mil crianças.

    As iguarias típicas italianas vendidas na Festa são preparadas ao vivo pelas Mammas da São Vito, senhoras voluntárias, de origem italiana entre os 70 e 86 anos. Os números são extraordinários, a estimativa é consumir 100 mil pratos de spaghetti e ricchitelle, 4 mil quilos antepasto de berinjela, 32 mil ficazzelle (tipo de pastel), 13 mil ficazze (pizza alta) e 32 mil doces típicos. E mais, são cinco toneladas de farinha de trigo, seis de tomates, seis de cebolas, 5 mil litros de azeite de oliva e 5 mil quilos de mussarela.

    E para coroar tamanha dedicação, a 92 a. FESTA DE SÃO VITO ganha um olhar internacional, com o lançamento mundial do documentário “Le Mamme di San Vito”, do cineasta italiano Gianni Torres. O filme logo estará no mercado nacional; Gianni Torres busca um parceiro para a distribuição, mas pode ser adquirido pelo site http://www.lemammedisanvito.com. Gianni Torres rodou o filme em São Paulo, durante a Festa e 2009, e apresenta a história destes imigrantes que se estabeleceram no Brás e, com a tradicional cozinha da Pugliesa, ajudam milhares de crianças. A trilha sonora original do filme é do acordeonista italiano Vince Abbracciante, que logo estará disponibilizando um CD com todas as músicas.

    SERVIÇO: 92ª FESTA® DE SÃO VITO – Sempre aos Sábados e Domingos, de 22/05/2010 a 04/07/2010

    CANTINA: Rua Fernandes Silva nº 96 – Brás, São Paulo, SP- CEP 03005-010.

    Capacidade para 540 pessoas e total visibilidade para o palco, acesso a deficientes, aceita cartão débito/crédito Cielo.
    Custo individual: Sábado R$ 40,00 com direito a 1 antepasto nostrano, 1 prato de macarrão spaghetti ou ricchitelle, 1 ficazzella, cadeira e mesa numeradas. No domingo R$ 23,00 com direito a 1 antepasto e 1 prato de spaghetti, cadeira e mesa numeradas.

    PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO: Rua Polignano A Mare nº 255 – Com mesas de apoio e capacidade para 3 mil pessoas por noite. Entrada vale troca de R$ 4,00. Crianças até 10 anos, acompanhada dos pais têm entrada grátis.

    Informações e Reservas Antecipadas: 11 – 3227.8234/3229.5678 e 3326.2957 com Edméia ou Angela.

    COMPAREÇAM E CONHEÇAM DE PERTO O CENTRO SOCIAL E A CRECHE QUE AJUDARAM A CONSTRUIR E AJUDAM A MANTE

Deixe um comentário