Cervejaria Nacional: lugar para beber (e comer) bem

Apesar de beber pouco, quase nada, há pelo menos seis anos, fiquei super interessada em conhecer a Cervejaria Nacional, inaugurada em abril, no coração de Pinheiros (SP). Isso porque sei que, quem gosta de beber bem, também gosta de comer tão bem quanto, via de regra. E fui muito feliz em meu pensamento: mesmo para quem não quiser se aventurar nas cervejas artesanais e outras bebidas da casa (a fábrica fica no térreo, o bar no piso superior e o restaurante no terceiro andar) não sairá decepcionado com os quitutes – há para todos os gostos.


De cara, achei muito simpático a opção de pedir frituras em porções de 2 ou 6 unidades, com preços equivalentes. Dessa forma, é possível provar de tudo (como eu fiz) sem pesar no bolso ou dividir com os amigos. A porção acima é de fantásticos bolinhos de mandioca com lingüiça (R$ 6,80, 2 unidades, e R$ 17 a porção de seis), simplesmente deliciosos. Ir até lá e não prová-los é um crime, juro! Recomendo também os bolinhos de arroz com queijo e o croquete de carne que, pasmem, tem realmente carne.

Outro destaque para lá de positivo é a costelinha aperitivo ao molho barbecue (R$ 29, com 300 gramas) com Kurupira Ale (uma das cervejas da casa): no cardápio diz que a carne desmancha do osso, e não é exagero. O toque de limão cravo é um capítulo à parte. Também no caso da costelinha, é possível pedir a porção de 300 ou de 500 gramas, para qualquer tamanho de fome (ou gulodice).

Impossível deixar de recomendar também as linguiças artesanais (pois é, adoro linguiça!), acessível em três versões – tradicional, erva-doce ou picante – acompanhada de molho vinagrete, farofa e cesta de pães. Ainda na área de embutidos, a alheira (lingüiça especial feita de pão, alho e carne de porco) é outro petiscos que se tornou indispensável, com tempero no ponto e preço camarada (R$ 18 com vinagrete e cesta de pães). Infelizmente as fotos desses pratos não ficaram boas, terei que mostrá-las numa próxima vez.

Para quem quiser aproveitar algo a dois, recomendo o derretido de queijo com Mula IPA (outro tipo de cerveja da casa), feito com queijo emmenthal e cheddar, que também acompanha cesta de pães – tudo por R$ 22 e uma panelinha bem charmosa. O creme vem à mesa quente e se mantém aquecido pela vela.

Fiquei apaixonada também pelo cardápio em si, que é feito em formato de tablóide, com explicações sobre cada tipo de cerveja (todas com nomes com inspiração indígena). O serviço na primeira visita foi excelente, cordial e atencioso. Na segunda, apesar da gentileza do gerente, foi mais atrapalhado por conta de uma atendente que certamente estava em treinamento. Mas nada que comprometesse a alegria da refeição. A degustação dos cinco tipos de cerveja da casa custa R$ 15, com líquido o suficiente para pelo menos três pessoas experimentarem.

Uma coisa bem bacana é o fato de servirem água potável gratuita, gelada ou natural, o tempo todo na mesa. Para beber algo alcoólico é uma ajuda e tanto para evitar a ressaca – no meu caso foi ótimo porque bebo sempre muita água e fico indignada de pagar tão caro por alguns mililitros. Ficou faltando falar dos pratos, sim há pratos muitíssimos bem servidos, como o risoto de costelinha com toque de limão cravo e onion rings (R$ 39), O cardápio tem assinatura do chef Alexandre Cymes, um dos proprietários da casa. Recomendadíssimo (e ainda estou aguando pensando que na próxima visita experimentarei a rabada…)!

Cervejaria Nacional
Avenida Pedroso de Moraes, 604 – Pinheiros – São Paulo
Tel: (11) 4305-9368
Domingos, Terças e Quartas das 18h às 23h
Quinta das 18h às 24h
Sextas e Sábados das 18h às 01h30

10 Comentários

  1. Fabiana
    julho 26, 2011 at 11:40 am (10 anos ago)

    Bom dia Isabelle,

    Trabalho na cozinha da Cervejaria e fico muito feliz ao ler um post tão positivo sobre o nosso trabalho.
    Volte para experimentar a rabada! Com certeza você vai gostar da nossa versão servida desfiada e bem temperada… após longas horas de cozimento!
    Já conhece a nossa noite de Jazz nos Sacos de Malte, sempre às terças? Ótima pedida!

  2. Camile
    agosto 12, 2011 at 7:17 pm (10 anos ago)

    Os copos da foto são os da degustação?

  3. Isabelle Lindote
    agosto 12, 2011 at 7:43 pm (10 anos ago)

    São sim, super bem servidos, né?

  4. Barbara
    agosto 13, 2011 at 11:28 pm (10 anos ago)

    Oi!
    Estou super curiosa para conhecer a cerverjaria nacional, mas tenho medo dos preços das cervejas artesanais. Qual é a média?
    as cervejas servidas são somente as artesanais?

  5. Isabelle Lindote
    agosto 13, 2011 at 11:39 pm (10 anos ago)

    Barbara, as cervejas são fabricadas pela própria Cervejaria, são de excelente qualidade. O chope varia de R$ 6/ R$ 8 (copo com 330 ml) a R$ 10 / R$ 14 (500 ml). A degustação dos cinco tipos sai por R$ 14. Recomendamos a visita!

5Pingbacks & Trackbacks on Cervejaria Nacional: lugar para beber (e comer) bem

  1. […] Cervejaria Nacional é boa opção para terminar bem o domingo de Dia dos Pais […]

  2. […] Cervejaria Nacional Coxinha: Veloso Bruschetta: Adega Santiago Brigaderia: Maria Brigadeiro (a gente já sabia! ) […]

  3. […] Cervejaria Nacional: Petiscos de qualidade com custo-benefício excelente. Por essa combinação, que ainda pode ser apreciada com uma bela cerveja artesanal, a Cervejaria Nacional tem um bolinho de bacalhau inesquecível. […]

  4. […] petiscos Além das cervejas artesanais, a Cervejaria Nacional tem os melhores bolinhos de mandioca que provamos – e eles ainda são recheados com […]

  5. […] de cerveja da cidade e é comandado pelo especialista Cássio Piccolo. Mas minha torcida era da Cervejaria Nacional, pois acho muito bacana a proposta de ter uma microcervejaria que ofereça aos clientes seu […]

Deixe um comentário