Rizzo Gourmet x Spedini Trattoria Expressa

Faz tempo que não postamos um embate na categoria “tira teima”, mas depois de provar dois parmegianas (em dois dias) de redes de fast food especializadas em praças de alimentação, precisava dividir com vocês minha experiência. Eu acredito que podemos comer decentemente sem necessariamente pagar uma fortuna. Claro que também gosto de steakhouses e afins, mas no dia a dia muitas vezes precisamos mesmo escolher entre as opções das praças de alimentação dos shoppings. Como adoro parmegiana, e precisei ir um mesmo shopping por duas vezes em uma semana, a trabalho, aproveitei que estava lá e busquei uma opção que fosse saborosa sem comprometer o orçamento.

No primeiro dia, fui de Rizzo Gourmet, rede fundada em 1998 que começou a franquear lojas em 2009. De acordo com o site, eles servem “arroz italiano, massas de grano duro, molhos artesanais e sem conservantes, tomate pellati italiano, carnes nobres”. O que provei foi uma batata frita sem graça, do tipo congelada, com arroz de sabor agradável e um bife empanado com molho de tomate um pouco forte que pecava pelo queijo concentrado apenas no centro da carne. No geral, tirando a batata pavorosa, foi uma boa refeição, que ficou pronta em 4 minutos – a previsão era de sete. Certamente a carne empanada estava pré-pronta e foi apenas o tempo de aquecer e fritas as batatas. O prato custou R$ 19,50.

Já a refeição na Spedini Trattoria Expressa, o problema foi a falta de queijo em geral, já que a camada era muito tímida. Em compensação, a parmegiana da rede aberta em 1994, com perfil bem semelhante ao da Rizzo, se saiu melhor na média geral. As fritas estavam uma delícia e o arroz não parecia que foi feito em uma panela gigante dessas de restaurante, tinha um toque caseiro bem agradável. A carne era mais modesta que a outra, menor e mais fina, mas fiquei satisfeita – que era o objetivo! Só melhoraria mesmo a quantidade de queijo, precisei pedir um parmesão a parte, e equilibraria melhor o molho, um pouco ácido. A refeição custou R$ 19,90.

No fim das contas, que repetiria a experiência na Spedini, mas tentaria outro prato no Rizzo – que acredito ter outras opções mais saborosas. Ambas as redes tem um extenso cardápio com risotos, massas, carnes e afins, que permite as mais variadas combinações entre misturas e acompanhamentos, além de bebidas. Nas duas refeições optei apenas por beber água mesmo.

3 Comentários

  1. Marcela
    dezembro 4, 2011 at 5:08 pm (11 anos ago)

    Eu gosto muito do Rizzo também! Mas, o melhor a Parmegiana é do Alemão da cidade de Itu!! Com certeza!1 =)

    Beijos, adorei o post!

  2. Adriano
    dezembro 13, 2011 at 5:56 pm (11 anos ago)

    Boa tarde,
    Sou um dos socios da RIZZO GOURMET e gostaria de agradecer pela materia.Se possivel poderiam me dizer em qual loja franqueada foi feita esta degustacao? O objetivo e orientarmos o franqueado com relacao ao padrao e a qualidade.
    Obrigado.

  3. Isabelle Lindote
    dezembro 13, 2011 at 10:39 pm (11 anos ago)

    Adriano, foi na unidade do Center 3.

Deixe um comentário