Navettes de Marseille

O Four des Navettes é uma padaria francesa fundada em 1781 e que fabrica as mais tradicionais Navettes da cidade.

A palavra Navette significa lançadeira, instrumento usado para tecer os fios num tear, ou um pequeno barco, mas hoje em dia tem muitos outros significados, como por exemplo a “navette aéroport” ônibus que faz o trajeto entre a cidade e o aeroporto. E existe uma grande tradição de fazer biscoitos com esta forma.

A origem do biscoito está associada à festa da Chandeleur – comemorada no dia 02 de fevereiro, simboliza o momento em que  Jesus é levado ao Templo –  na maior parte da França a tradição é fazer crepes neste dia, mas em Marseille se come a navette.

A história dessa tradição é antiga, acredita-se que no final do século XIII a imagem de uma virgem é encontrada no Vieux Port (Antigo porto) de Marseille e ela é vista pela população da época como uma santa protetora, para alguns a Virgem Protetora das Pessoas do Mar.

E alguns dizem que a navette simboliza o barquinho que leva os santos protetores na região de Provence (Sul da França). Assim para relembrar essa história, em 1781, o dono da Four des Navettes, Monsieur Aveyrous, tem a ideia de fazer o biscoito em forma de barquinho.

As navettes dessa padaria de Marseille têm sua receita guardada a 7 chaves, para se ter uma ideia, na embalagem não tem escrito nem quais são os ingredientes. Após provar a única certeza que tenho que é tem essência de flor de laranjeira na massa.

Na loja são vendidos pacotes com 12 (8,50 euros), latas com 12 (17 euros) ou 24 (25 euros) e elas podem ser comidas até um ano após a compra.

E uma dica, a primeira vista os biscoitos parecem incrivelmente duros, e são, então antes de comê-los é preciso aquecê-los por cerca de 20 segundos no microondas ou colocar na torradeira, aí ele fica morninho e macio por dentro.

Four des Navettes
136, rue Sainte (ao lado da Abadia de Saint Victor) – Marseille

3 Comentários

  1. Claudia
    fevereiro 26, 2012 at 11:51 pm (10 anos ago)

    Afinal, isso é bom?

  2. Jaci
    fevereiro 27, 2012 at 10:21 am (10 anos ago)

    É bom, mas comprado à croissant de chocolate, eu fico com o croissant. =)

  3. Claudia Midori
    fevereiro 27, 2012 at 11:51 pm (10 anos ago)

    putz, croissant de chocolate é uma coisa que não consigo gostar, prefiro um croissant com manteiga ou queijo

Deixe um comentário