Sacolinhas plásticas: como se virar sem elas?

A partir de hoje, 25 de janeiro, as sacolinhas plásticas ficarão mais escassas, pois deixarão de ser distribuídas nos supermercados e em outros estabelecimentos comerciais, principalmente os ligados à alimentação. E agora? Tivemos tempo para nos adaptarmos, mas nem sempre nos preparamos adequadamente. No meu caso, no último ano, fui comprando ecobags (de pano) e sacolas retornáveis (de ráfia) e me acostumei a usá-las mais no dia a dia, carregando inclusive uma pequena na bolsa.

Tirando o fato de que é um absurdo repassarem os custos das sacolas plásticas para os consumidores – há lugares que estão vendendo essas sacolinhas – não podemos fugir da realidade. Vale ficarmos mais atentos sobre os preços dos alimentos, que a princípio deveriam diminuir por conta da redução dos custos dos supermercados com as sacolas, e buscarmos formas de amenizarmos o impacto dessa mudança em nossas vidas. Afinal, quem nunca usou uma sacolinha como saco de lixo, atire a primeira pedra.

Além das sacolas retornáveis vendidas nos supermercados (acima as do Carrefour, do Pão de Açúcar, do Zaffari e do WalMart), que foram compradas por cerca de 2 reais cada, ganhei ecobags de pano ao longo dos últimos meses. A Editora Globo, quando renovei uma assinatura, me presenteou com uma. A Porto Seguro também. Em um evento da Knorr, ganhei outra. Espero que isso se torne uma prática e que as bolsas de pano possam ser mais presenteadas e também adquiridas fora dos supermercados.

Lembrando que este post não é um publieditorial, apesar de citar algumas marcas. Contabilizando, tenho 8 sacolas retornáveis, de tamanhos distintos, que me atendem em diferentes ocasiões. Outras opções são as sacolas de papel (também estoquei algumas que fui recebendo ao longo do ano), caixas de papelão e os carrinhos tipo de feira, que também são bem úteis. Como você vai sobreviver ao fim das sacolinhas plásticas?

7 Comentários

  1. Flavio Empke
    janeiro 25, 2012 at 3:34 pm (11 anos ago)

    Espero que essa associação paulista de supermercados também briguem para que os supermercados voltem a comprar arroz, feijão,farinha de mandioca,fubá,café,etc… em sacos de 60 kg e venda solto ensacado em sacos de papel como antes, assim eles estarão ajudando mais o meio ambiente, pois são milhões de sacos plásticos jogados no lixo todos os dias. É meus amigos, isso jamais acontecera, porque ao invés de reduzir custos, irá aumentar os custo, e aonde vai estas embalagens? Bela hipocrisia né!!! o custo da sacola que já embutido será descontado de preço final.Temos é que conscientizar a população a reciclar ou será que se comprarmos as sacolas elas não vão parar no meio ambiente???Fora que usaremos mais sacos de lixo plásticos, que também vão parar em aterros sanitários.E aonde vai trabalhar os milhares de desempregados, o governo tem algum plano para isso não gerar uma crise no Brasil.

  2. Alexandra
    janeiro 25, 2012 at 4:12 pm (11 anos ago)

    Tive que comentar porque passei um quase apuro ontem. Fui ao Pão de Açúcar na volta do trabalho e a pé, para comprar algumas poucas coisas. Alguns queijos e alguma fruta, pra fazer um almocinho gostoso no feriado. Era o último dia com sacolinha, tinha avisos lá, achei legal que tinha até uma contagem regressiva, rs. Eu carrego uma ecobag dessas, que vc amassa e vira uma melancia (!?), cabe na bolsa. Mas ela não deu pras coisas que comprei, porque lógico, esse supermercado tem tanta coisa diferente e gostosinha… fora que os morangos iam amassar se colocados junto com os potes de requeijão. E saí de lá com 3 sacolinhas plásticas… me sentindo um péssimo ser humano.
    Daí fiquei pensando como resolver isso. E cheguei à conclusão de que vou ter que planejar compras grandes e ir de carro. Sim, porque sair com caixa de papelão ou carregar carrinhos e sacolas enormes, só com planejamento. E essas passadas rápidas, bem, vou ter que evitar e se precisar, não vou aproveitar as promoções, porque sempre vou pensar na limitação da minha pequena melancia (hahaha).
    Aiai, ser um humano mais evoluído e ter praticidade, conforto e ainda colaborar com a natureza tá cada vez mais difícil! Espero que surja uma alternativa melhor do que ecobags, carrinhos e caixas de papelão.
    Não estou reclamando da iniciativa, concordo com ela. Acredito que a gente precisa passar por sacrifícios para que alternativas melhores surjam, senão a mais fácil sempre vai prevalecer. Só espero que apareça rápido! XD

  3. Karen Alvares
    janeiro 26, 2012 at 8:41 am (11 anos ago)

    Acho que o que vou sentir mais falta é das sacolinhas para trazer pra casa e colocar o lixo. Agora vou ter que comprar sacolas de lixo.
    Concordo com a iniciativa, mas não com o preço ser repassado para o consumidor. Todo o gasto sempre fica com o povo, não é fácil. A gente já paga imposto em tudo que compra, pra viver, pra andar, pra respirar. Ainda pagar mais uma conta? É dose.

  4. Karem
    janeiro 29, 2012 at 7:46 pm (11 anos ago)

    Olá,
    aki em BH há vários meses os mercados não fornecem as sacolinhas, então pra não passar aperto, uma sacola de pano/retornável sempre anda na minha bolsa para as compras pequenas, as grandes vão para as caixas de papelão que ficam disponíveis perdo dos caixas ou a gente pega no corredor mesmo quando estão repondo os produtos. Em novemvro fui para SP e aproveitei para trazer todas as sacolas possíves das compras que eu fiz..rs, os bolsos da minha mala só tinhas sacolinhas para eu usar aqui..rs Tá, não liberam as sacolinhas que geralmente usamos para o lixo, aí temos que comprar sacos de lixo, gastar dinheiro e usar plastico do mesmo jeito..

  5. Edson
    janeiro 30, 2012 at 8:01 pm (11 anos ago)

    Quero saber qual foi o politico que inventou esta idiotice de desinventar o que foi inventado para nossa praticidade, a sacolinha serve para duas coisas, carregar a mercadoria e descartar como sacos de lixo, Quem inventou essa idiotice de que sacolinhas plasticas prejudicam o meio ambiente, acha que o brasileiro é idióta, ou ele tem conchavo com algum fabricante de sacolinhas ou ele mesmo é dono de alguma empresa deste genero pois, agora teremos que comprar sacola para carregar as compras e sacola para lixo, são dois gastos a mais para o povo e elas continuarão no meio ambiente do mesmo jeito já que a desculpa é essa, divulguem o nome de quem inventou essa lei idióta para não vatarmos mais nele, ultimamente só estão criando leis para prejudicar os cidadãos e não para ajudar se aproveitando do povo brasileiro que aceita tudo calado, precisamos acabar com isso, vamos começar a nos manifestar contra essas palhaçadas.

  6. Lizeti Pires
    maio 30, 2012 at 11:45 am (10 anos ago)

    Porque as sacolinhas dos mercados foram retiradas se os sacos de lixos são vendidos normalmente…. fora outras embalagens que também poluiem … ficou mais difícil para as pessoas que não possuem carros..
    Sempre assim o mais pobre sai mais prejudicado
    Lizeti

1Pingbacks & Trackbacks on Sacolinhas plásticas: como se virar sem elas?

  1. […] você está sobrevivendo sem as sacolinhas plásticas? bb_keywords = "sacola biodegradável"; bb_bid = ""; bb_lang = ""; bb_name = "custom";bb_limit […]

Deixe um comentário